Reação relógio de iodo Por: Coltequímicos 2007

Duas soluções incolores são misturadas. Aparentemente nada acontece. Passados alguns segundos, a solução fica com uma cor azul escura. Acrescente uma música e veja o que acontece.

Materiais Necessários

  • 10 béqueres de 250 mL
  • 10 erlenmeyers
  • solução A:
  • iodato de potássio 2 g/L (KIO3)
  • solução B:
  • Bisulfito de sódio 0,40 g/L (NaHSO3)
  • amido solúvel 2 g/L
  • ácido sulfúrico (10 mL de solução 3 mol/L) (H2

Fase 1 - Mãos à obra

Misturam-se determinados volumes das soluções A e B, completando com água para 50 mL de cada solução, cada sistema mudará de cor em um tempo diferente, de transparente para azul. Os volumes utilizados das soluções são apresentados abaixo:

Fase 2 - Mãos à obra

A solução B degrada com o tempo, pois o sulfito é decomposto. A presença de ácido, impurezas e calor são alguns fatores que aceleram esse processo. Manter o recipiente fechado ajuda a conservá-la. O amido na solução B, após certo tempo (4 meses) começa a criar fungos.

Fase 3 - O que acontece

Ao adicionarmos uma solução de iodato de potássio a uma solução acidificada de bissulfito de sódio contendo amido, observa-se que de imediato não acontece nenhuma mudança macroscópica, mas após certo tempo, a mistura inicialmente incolor torna-se subitamente azul intensa. Essa reação relógio se dá graças a oxidação lenta do íon iodeto a iodo (eq.2), seguida da redução rápida do iodo novamente a iodeto (eq. 3). O experimento é cuidadosamente montado de modo a esgotar, depois de algum tempo, o agente redutor, permitindo então, que prevaleça a reação lenta de oxidação do iodeto a iodo. Na reação de Landolt, ocorre uma seqüência de reações: Primeira reação (lenta) IO3–(aq) + 3HSO3–(aq) → I–(aq) + 3SO42–(aq) + 3H+(aq) [eq.1] Segunda reação (lenta) IO3–(aq) + 5I–(aq) + 6H+(aq) → 3I2(aq) + 3H2O(l) [eq.2] Terceira reação (rápida) I2(aq) + HSO3 –(aq) + H2O(l) → 2I–(aq) + SO42–(aq) + 3H+(aq) [eq.3]

Quando todo o bissulfito é consumido, o iodo acumula no sistema e a mistura muda subitamente de cor devido à formação de um complexo azul. Na presença de iodeto, a interação do amido com o iodo leva a uma distribuição de complexos com as espécies I3– e I5–. Mas, isto não interfere no que os experimentos do tipo reação relógio pretendem demonstrar. Portanto, simplificamos a representação da formação desses complexos do seguinte modo: I2(aq) + I–(aq) + amido(aq) → amido-I3 –(aq) [eq.4] As eqs. 5 e 6 descrevem as reações que ocorrem nesse experimento. 2I–(aq) + S2O82–(aq) → I2(aq) + 2SO42–(aq) lenta [eq.5] 2S2O32–(aq) + I2(aq) →S4O62–(aq) + 2I–(aq) rápida [eq.6] Quando o tiossulfato (HSO3) é totalmente consumido, da mesma maneira que na reação clássica de Landolt, o iodo acumula no sistema e ocorre a mudança de cor devido à formação do complexo com o amido.  

Fase 4 - Para saber mais

Este experimento foi adaptado da seguinte fonte:

Autor: L.K. Brice

Journal of Chemical Education

ano: 1980

página: 152

Comentários - 5 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.

Edson Gomes Dos Santos em 21/05/2009 09:03:41

Meus amigos, parabéns pelo experimento bem montado. Vcs deram um show de química. Abraços.

Matheus Emanuel de Queiroz em 10/01/2009 23:51:38

eeeee! Meu grupo que fez esse experimento, muito bom, trabalhar com o Alfredo é muito divertido e proveitoso! =D

Simone Frederico de Souza Alves em 31/12/2008 02:29:22

Estão de parabéns pela demonstração do experimento e pelo trabalho em equipe!

Laura Xavier em 19/11/2008 14:36:02

Muito bacana esse experimento!!!

É bem visual para se fazer em sala de aula!!!!

vocês vão mostras os fungos depois de 4 meses?